domingo, 24 de maio de 2009

Vaaaaaaaaaaai zoar o vesgo, vai!!!

Bem, como disse na 1° postagem o blog é para postar as aventuras da galera da praça Apa e outras aventuras alccólicas, ou não. O post que se segue foi escrito pela minha grande amiga Marcela, mais conhecida por "B2", "Badauí 2" ou simplesmente pela história dos seus "25Cm mole e no frio" =]

Lá estávamos, Eu, Gustavo e mais uns amigos, em uma de nossas aventuras pela sauna underground( também conhecida como o GARBO “Matriz”, localizado no terminal JK). Adentramos ao sombrio local ( sombrio mesmo num sábado ensolarado às 14:00 da tarde ) com apenas algumas expectativas humildes, como ouvir um bom metal e esperar que o salgado houvesse sido feito naquela mesma semana. NADA absolutamente NADA nos preparava para o que estava por vir.
Os primeiros sinais de anormalidade no COSMOS foi quando nossa elegante amiga, Margô, tentou abduzir um pobre rapaz com a boca. Chocados com tamanha agressividade com que a qual ela tentava absorver o jovem, fomos para outro canto e rezamos pela nossa integridade física naquela tarde. SIM REZAMOS. Após uma ou duas horas, quando achamos que a FORÇA já tinha sido restaurada por mestres jedis, eis que surge o mais “ULTIMAMATE FREAK POWER SHURATO HADOUKEN” ser de todos. Um estranho cabeludo adepto da arte milenar da chapinha, com músculos dignos de um deus ( Da Etiópia.), e o olhar estrábico mais sensual que já havíamos visto. Não demorou muito para que eu e meu companheiro - Que também é conhecido como boca do inferno (Gregório de Matos? ESSE AÍ PERDEU O POSTO APÓS O NASCIMENTO DE GUSTAV!) – Começássemos a difamar o pobre homem. Nossas barrigas já doíam de tanto rir, quando descobrimos que ele era o front man da próxima banda a se apresentar.
As cortinas do palco do aconchegante estabelecimento se fecharam. Eu e Gustavo já estávamos ansiosos pelo “show de horrores” que estava por vir. As cortinas se abrem. Tensão. As guitarras começam a tocar. Mais tensão. Margô ainda é vista em sua tentativa de abdução. HORROR. Uma voz maravilhosa surge em algum lugar, cantando carry on melhor que André Matos ou qualquer pessoa existente. Nossos olhos se direcionam ao palco e vemos que o som é produzido pelo estranho ser. Nesse momento juro que vi lágrimas marejarem do nos olhos de Gustavo, mas ele diz que não. Após alguns minutos, o glorioso vocalista direcionou seu olhar lânguido de planária para nós. A mensagem estava clara naqueles olhinhos. Ele dizia com todas as forças “HHUNMMMM SEUS MERDAS”, e tudo que podíamos fazer era concordar.
Conseguimos sair do local com todas as partes do corpo intactas, e também com uma valiosa lição no âmago de nosso ser. Vesgos, japoneses, e muito provavelmente os fanhos, não são deste mundo.

4 comentários:

Gustav disse...

Excelente post Marcela!!! hahahaha recordar é viver ^^ mas q o cara cantava pra caralho aaaaaaaaaah cantava

__Kuroneko disse...

eu ri com exclusividade, antes de ser publicado 8D

Iza disse...

AHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAUHHUAUHAUHAUHAUHA
AUHAHUAUHAUHAHAHUAUHAAUHUHAUHAUHAUHAUH

Morhamed disse...

auhauhauah

Related Posts with Thumbnails